Cemitério de TI: os produtos e serviços que morreram em 2016

A lista de “mortes” no mercado de tecnologia inclui a marca Motorola, o smartphone BlackBerry Classic, o Firefox OS mobile e o Google Picasa. As empresas de tecnologias só possuem uma quantidade limitada de recursos (algumas nem tanto, convenhamos), e, como resultado, elas continuamente precisam tomar decisões difíceis sobre quais produtos ficam e quais vão embora.

BlackBerry, Dell, Microsoft e outras já tiveram que fazer cortes neste ano, então aqui está a sua chance de prestar sua solidariedade aos produtos e serviços que não passarão de 2016…

IE 8,9 e 10 para Windows

Em janeiro, a Microsoft alertou os usuários que estava encerrando o suporte para os navegadores IE 8, 9 e 10 e pediu que eles e as empresas passassem a usar o IE 11 ou o Edge, novo navegador padrão do Windows 10. O IE 8, 9 e 10 continuam funcionam, mas é um grande risco de segurança continuar usando-os assim. O IE foi lançado originalmente em 1995.

Motorola (a marca)

Após ser vendida do Google para a Lenovo em 2014, a Motorola manteve sua linha de smartphones Moto, mas viu a marca Motorola sumir dos aparelhos bem-sucedidos, como Moto G, Moto X e o novo Moto Z.

BlackBerry Classic

Seguindo em frente com aparelhos BlackBerry 10 e aparelhos Android, a BlackBerry anunciou na última semana a descontinuação dos smartphones BlackBerry Classic, que traziam o design icônico de teclado físico da empresa.

Firefox OS para smartphones

A Mozilla revelou em fevereiro que vai encerrar o desenvolvimento do Firefox OS para aparelhos móveis. Mas nem tudo será perdido: o OS vai continuar vivendo nas Smart TVs e aparelhos IoT, de acordo com a empresa.

Google Picasa

O lançamento em 2015 do serviço Google Photos para compartilhar e armazenar fotos e vídeos na nuvem marcou o início do fim do app baseado na web e desktop Picasa.

Chips Intel Atom para smartphone

A Intel, voltando seus esforços para os mercados de 5G e data center/servidores, anunciou em abril que vai cancelar os chips Atom de codinome Sofia e Broxton que seriam usados em smartphones. A decisão acontece após o fracasso da empresa no segmento, apesar dos altos investimentos nos últimos anos.

Tablets Dell Android

A Dell anunciou em junho sua saída do mercado de tablets Android, preferindo focar seus esforços em aparelhos “2 em 1” com Windows. Com isso, vão sair do mercado a linha de tablets Venue e o microcomputador Wyse Cloud Connect.

Fonte: IDGNOW

Related Post

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

CONTACT US

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Enviando

© [2017] Blog da Inovação - Tecnologia, Criatividade, Inovação .

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?