O que é Teste de Software e seus tipos

Teste de Software é um processo que faz parte do desenvolvimento de software, e tem como principal objetivo revelar falhas/bugs para que sejam corrigidas até que o produto final atinja a qualidade desejada / acordada.

Profissionais que trabalham com testes (denominados analistas de testes, técnicos de testes, homologador, ou simplesmente testes) estão habituados a realizar uma bateria de testes de diferentes naturezas e propósitos, envolvendo não apenas os testes funcionais da aplicação, mas diversas outras atividades como:
  • avaliação da especificação de requisitos,
  • avaliação de projeto técnico,
  • verificações em outros documentos,
  • testes de performance e capacidade,
  • avaliação de interface,
  • dentre outros.
Para ter uma ideia a respeito da diversidade e abrangência de atividades que fazem parte do processo de testes, é apresentada a seguir uma tabela com alguns tipos de testes comuns.

 

Teste Unitário ou de Unidade

O teste unitário se concentra na verificação da menor unidade do projeto de software. Em um sistema construído com uso de linguagens orientadas a objeto, como Java, essa unidade pode ser identificada como um método, uma classe ou mesmo um objeto.
A partir de cada uma dessas unidades pode ser definido um conjunto de dados de entrada e saída.
  • Entrada: parâmetros
  • Saída: valor de retorno, exceções ou o estado do objeto.

 

Teste de Caixa-Preta

Refere-se a testes que são conduzidos na interface do software, ou seja, não se considera o comportamento interno do mesmo. Isso faz com que o analista  de teste não precise conhecer como, em nível de código, o sistema foi construído. Dados de entrada são fornecidos,  teste é executado e o resultado obtido é comparado a uma resultado esperado previamente conhecido.

 

Teste de Caixa-Branca

 

Teste de caixa branca ao contrario do teste de caixa preta tem por objetivo testar o código. Baseia-se num minucioso exame dos detalhes procedimentais, através da definição de todos os caminhos lógicos possíveis.

 

Teste de Performance

O teste de performance se divide em 3 tipos:
  • Teste de carga

    O teste de carga envolve vários agentes ou bots executando testes de desempenho, simulando o comportamento de muitos usuários simultâneos.

  • Teste de stress

    Testa o software sob condições extremas de uso. Grande volume de transações e usuários simultâneos, picos excessivos de carga em curtos períodos de tempo e testar a aplicação em situações inesperadas.
  • Teste de estabilidade

    Identifica o ponto de exaustão da aplicação e sua causa (CPU, link, banco de dados, entre outros). Verifica se o tempo de resposta é o desejado para o momento de utilização da aplicação, e se o sistema se mantém funcionando de maneira satisfatória após um período de uso. Serve para medir o que a aplicação já suporta.

 

Teste de Usabilidade

Teste focado na experiência do usuário, consistência da interface, layout, acesso às funcionalidades. Verifica se a navegabilidade e os objetivos da tela funcionam como especificados e se atendem da melhor forma ao usuário.

 

Teste de Manutenção

Testa se a mudança de ambiente não interferiu no funcionamento do sistema.

 

Teste de Segurança

Testar a segurança da aplicação das mais diversas formas. Utilizar os diversos papéis, perfis, permissões, para navegar no sistema.

 

FONTE: rules.sswslideshareportalgsti e targettrust

Gostou do post ? Então siga as nossas redes sócias:

Facebook – Twitter
0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

CONTACT US

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Enviando

© [2017] Blog da Inovação - Tecnologia, Criatividade, Inovação .

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?